Palavras!

“Há alguns que falam como que espada penetrante, mas a língua dos sábios é saúde.
O lábio da verdade permanece para sempre, mas a língua da falsidade, dura só por um momento.”
Provérbios 12:18-19

Além do versículo, começo este post com uma frase que desconheço a autoria, mas que gosto muito:

“Devemos pensar em tudo que falamos, mas não devemos falar tudo que pensamos.”

Quantas vezes você já não escutou um amigo, parente ou até mesmo uma pessoa na rua dizer: “Eu sou assim mesmo, veio na boca eu falo, doa a quem doer”. A verdade é que muitos de nós somos assim, principalmente na hora da raiva, soltamos palavras sem medir conseqüências, palavras duras e que geralmente geram mágoa, raiva, amargura, ódio e quando não pode gerar morte.

Palavras doem mais que um soco, e ao contrário de um soco, que se trata com gelo, palavras não são tão facilmente tratadas, muitas vezes levam-se anos para que o perdão seja alcançado e criam feridas que não podem ser tratadas com Merthiloate e Band-aid, geram feridas na alma, onde só o perdão pode alcançar, através de Deus.

“O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio.

A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.”
Provérbios 18:19-21.

A própria palavra diz que um ofendido é mais difícil de conquistar que uma cidade forte.  Trazendo para os dias de hoje, diria eu que é mais fácil você ganhar UM MILHÃO DE REAIS do que alcançar aquele que se sente magoado, entristecido, ofendido por uma palavra a ele dita. A palavra ainda diz que as contendas são como os ferrolhos do palácio, ou seja, são como trancas fortes que aprisionam, que cegam, que ensurdecem, que endurecem o coração.

Quantas histórias ouvimos por ai de pessoas com depressão, que não saem de casa, que não levantam de suas camas, ou então muitas vezes doentes onde a causa de tudo foi uma briga, foi uma situação mal resolvida, onde foram ditas coisas impensadas, que até mesmo foram julgadas como irrelevantes, coisas do calor do momento, mas que estão gerando morte, e não somente morte física, mas também, morte espiritual, morte emocional (de amizades, de famílias, de relacionamentos em geral), situação essa que pode acabar não só com o ofendido, mas com todos que o cercam.

Gostaria de te levar a refletir agora. Por acaso você não está vivendo essa situação? Por acaso não está magoado com alguma palavra que lhe foi dita? Por acaso não magoou alguém dizendo alguma coisa?

Se as respostas para essas questões forem sim, gostaria de encorajá-lo a tomar uma posição, a tomar uma decisão. Procure esta pessoa e lhe peça PERDÃO, gerando agora não morte, mas VIDA, gerando agora não aprisionamento, mas LIBERDADE!

Fácil não será, mas a recompensa de tal ato será muito maior do que a dificuldade de falar, de se abrir, de se curar!

A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno”.  Tiago 3:6

Ainda, se você esta magoado com alguém que te ofendeu e esta esperando que esta pessoa venha lhe pedir perdão, não espere, vá você ao encontro dessa pessoa e libere o perdão, sem mais acusações, apenas semeando a paz,  isso pode curar sua alma e a de seu ofensor.

“Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;” Mt 5:44

Espero que esse texto tenha falado ao seu coração, e que você comente e deixe aqui até seu testemunho em relação a isso.

Que a benignidade imerecida de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja com todos!

Jason S. Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>